Salar de Uyuni, o lugar onde o céu e a terra se encontram na Bolívia

0
830
Créditos Foto: Mochilão Trips

O maior deserto de sal do planeta está localizado no sudoeste da Bolívia, bem próximo das cidades de Uyuni e Potosí. A atração tem cerca de 12.000 km² de extensão e está a 3.600 m de altitude.

A enorme planície de sal foi formado em um longo e lento processo de evaporação de uma enorme lagoa que resultou nessa paisagem exótica e única.

Na época das chuvas, entre dezembro e março, as águas formam um espelho sobre o deserto de sal, refletindo perfeitamente as nuvens no solo do lugar. Ao andar pela área, o viajante sente que está caminhando no céu.

No resto do ano, a seca faz com que o chão do salar adquira um interessante aspecto árido, que lembra um cenário extraterrestre.  Os tours pela região costumam ser longos e cansativos, mas compensam o esforço: a maioria dos passeios, feito com veículos 4×4, começa na vila de Uyuni (a 740 km de La Paz) e, antes de chegar ao deserto de sal, passam por um cemitério de locomotivas que fica na saída da cidade.

Diversas agências turísticas oferecem o passeio do Salar de Uyuni tanto começando no Chile como na Bolívia. O passeio tradicional é feito em carros tracionados, compartilhados com diferentes pessoas e têm capacidade para 6 visitantes e um motorista.

No caminho, os viajantes visitam uma ilha repleta de cactos (alguns com mais de 1.000 anos) no meio do salar e, nos arredores, lagoas coloridas recheadas de flamingos e cercadas por lindas montanhas. A Laguna Colorada, com sua água avermelhada, é um dos pontos altos do roteiro.

Piscinas naturais de águas termais e gêiseres também fazem parte desse roteiro ideal para quem gosta de aventura.  E para os que gostam de tirar fotos inusitadas, não faltam boas oportunidades: o horizonte do Salar do Uyuni “encolhe” as pessoas que aparecem em segundo plano nos retratos, possibilitando brincadeiras como a da fotografia abaixo.

créditos foto: mochilão trips