5 DICAS PARA VIAJAR DE AVIÃO COM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO

0
290

Viajar de avião com animal de estimação é um tipo de experiência que requer planejamento e alguns cuidados, especialmente para evitar que os bichinhos se estressem ao longo do voo. Para os apaixonados por seus pets que não abrem mão da presença deles em suas férias, ou para aqueles que, por algum motivo, precisam leva-los em sua jornada, separamos algumas dicas importantes, para que o transporte aconteça da forma mais tranquila possível. Confira.

Dicas para viajar de avião com animal de estimação

Informe-se sobre as regras da companhia aérea e do país de destino

As regras para embarque com animais de estimação podem variar entre as companhias aéreas e também de acordo com o destino de seu voo. Por isso, o mais importante quando decidir levar o bichinho na viagem, é consultar cada uma delas. Algumas empresas permitem que os pets viagem dentro da cabine, outras vão exigir que ele vá no compartimento de cargas. Além disso, todas elas possuem restrição em relação à quantidade de animais por voo, por isso, é fundamental avisar com antecedência para não ficar sem lugar.

Nos casos de cachorros com focinhos achatados, para evitar riscos à saúde e vida do animal, a recomendação é de que eles sempre viagem na cabine. Raças com essa característica apresentam dificuldade de respiração, além de uma grande sensibilidade a variações significativas de temperatura que podem ocorrer no porão da aeronave.

É importante também, saber e levantar toda a documentação obrigatória para embarque, que pode envolver identificação, laudos médicos, vacinas obrigatórias (que variam entre destinos nacionais e internacionais), especificações de gaiola permitidos, dentre outros.

Acostume bem o animal à caixa de transporte

Ao colocar o seu bichinho pela primeira vez na caixa na qual ele será transportado, existe uma boa chance de ele se sentir estressado, por se tratar de um ambiente novo, com o qual ele ainda não está habituado. Para evitar que a viagem fique complicada por causa disso, a dica é acostuma-lo com alguma antecedência. Faça com que o animal passe algum tempo na gaiola nos dias que antecedem o embarque, para que ele esteja confortável na hora de entrar no avião e a viagem aconteça de forma tranquila.

Consulte um veterinário antes de embarcar

Antes de viajar com o seu bichinho, leve-o ao veterinário, com pelo menos 30 dias de antecedência, para ter certeza de que ele se encontra em boas condições para passar um tempo no avião. Não esqueça de pedir ao médico que emita um laudo atestando a saúde em dia, bem como para verificar se o certificado de vacinas está atualizado. Aproveite também para pegar outros tipos de recomendações específicas como, por exemplo, em relação à necessidade ou não do uso de tranquilizantes ao longo do voo.

Evite alimentar o animal antes de entrar no avião

A recomendação veterinária é que animais de estimação que vão viajar de avião estejam em um jejum de pelo menos 6 horas. A medida é importante para evitar que o bichinho vomite durante ao longo do voo. No entanto, é fundamental garantir que o pet esteja devidamente hidratado, e que tenha feito todas as suas necessidades antes do embarque.

Mantenha a calma o tempo inteiro

O seu nível de estresse tende a afetar a tranquilidade do seu pet. Por isso, especialmente em situações nas quais o bichinho vai viajar dentro da cabine, fique calmo para que ele também faça uma viagem sossegada. Lembre-se, outras pessoas estão no avião junto de você, e o comportamento do seu animal de estimação ao longo do voo pode impactar diretamente nos outros passageiros.